Conta de luz fica mais cara a partir de hoje

A partir desta quarta-feira (1), a conta de luz está mais cara no Brasil, anunciou a Agencia Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O governo ainda cria uma nova bandeira tarifária, chamada de “bandeira da escassez hídrica”. A taxa extra é de R$ 14,20 para cada 100 KWh. Fica vigente até abril de 2022.

Segundo o governo federal, o aumento é de R$ 4,71, cerca de 50%, em relação à bandeira vermelha patamar 2, até então o maior patamar, no valor de R$ 9,49 por 100 kWh.

O Brasil vive a maior crise hídrica dos últimos 91 anos por causa da falta de chuvas, diminuindo os níveis dos reservatórios das hidrelétricas e obrigando o acionamento de usinas termelétricas, que são de operação mais cara.

Redução Voluntária

Também a partir desta quarta, começa o programa de incentivo do consumo de energia elétrica. A iniciativa recompensará os cidadãos que reduzirem o consumo com um bônus para cada 100 kWh economizados.

O programa deve durar até dezembro de 2021 e vale para aqueles que reduzirem em um patamar de 10% a 20%. Quem economizar menos que 10% não receberá o bônus e quem superar o nível de 20% não receberá prêmio adicional.

Segundo o governo, o desconto vai ser calculado pela média, de setembro a dezembro, e será aplicado na fatura de janeiro. O custo será incluído na conta de todos os consumidores que, na prática, vão pagar por esse programa.

Os cidadãos de baixa renda inscritos na tarifa social também podem participar do programa. Aliás, é lei o desconto para famílias de baixa renda. O titular da conta deve entrar em contato com a distribuidora de sua cidade e pedir o desconto, ou seja, a inclusão na tarifa social.

Fonte: Onda Poços