Coronavírus: Minas registra estabilização no número de mortes, diz SES

No dia em que Minas registrou 97 mortes por COVID-19 nas últimas 24 horas, o secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, afirmou que há uma estabilização no número de mortes no estado quando o parâmetro analisado é a data da ocorrência e não a de confirmação do óbito. A afirmação foi feita durante entrevista coletiva nesta sexta (14), em que o governador Romeu Zema (Partido Novo) anunciou o recebimento de 1,6 mil respiradores doados pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg).

De acordo com o secretário, há diferença significativa no comportamento da curva quando se olha a data de ocorrência das mortes e  não a data de confirmação. “Estamos em um platô, com tendência de parar de subir. O início da queda demora um pouco. Mas tudo leva a crer que paramos de subir. Não estamos com tendência de aumento do número de óbitos em Minas”, disse.

O secretário afirmou que a média móvel, calculada com base na média de mortes do período de sete dias, confirma que o estado está em um platô, com a manutenção do número de casos e mortes em um patamar elevado.  

Os respiradores que o governo recebeu foram desenvolvidos e produzidos pela empresa Tacom. “Temos que agradecer muito à Fhiemg, grande parceira do Governo de Minas e da Secretaria de Saúde. A doação de 1,6 mil respiradores nos ajudar na estruturação das redes de saúde em Minas Gerais”, afirmou. O secretário lembrou que os respiradores serão distribuídos aos municípios com base em critérios técnicos  e ficarão como um legado para rede hospitalar pública do Estado. 

O que é o coronavírus

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.

Fonte: O Estado de Minas