Minas Gerais recebe nova remessa de vacinas

O Governo de Minas recebeu, nesta terça-feira (9/3), mais um lote com 303,6 mil vacinas CoronaVac / Butantan (doses 1 e 2) para dar início à imunização de pessoas com idade entre 75 e 79 anos. Seguindo as recomendações do Ministério da Saúde, 57.151 doses serão destinadas para atender 13% deste grupo. Outras 80.693 serão destinadas a 30% dos idosos de 80 a 84 anos e, por fim, 6.695 para atender 1,5% dos trabalhadores de Saúde.

O carregamento chegou às 19h30 no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins. De lá, sob escolta da Polícia Federal, as vacinas seguem para a Central Estadual da Rede de Frio da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), de onde serão distribuídas, a partir de quinta-feira (11/3), às Superintendências Regionais de Saúde (SRSs) e aos municípios mineiros. Também será anunciado o número de doses que cada prefeitura irá receber.

Orientações

A subsecretária de Vigilância em Saúde de Minas Gerais, Janaína Passos de Paula, reforça que as prefeituras precisam seguir as recomendações do Programa Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde, e aplicar as doses de acordo com o público-alvo e a quantidade de doses a ele destinada, para que não haja desabastecimento de vacinas.

“Tem que organizar também a ida às unidades de Saúde que irão realizar a vacinação dessa população. Por exemplo: a ordem de chegada não deve ser utilizada; é necessário fazer um cadastro dessas pessoas. As Unidades Básicas de Saúde (UBSs) normalmente têm um cadastro da abrangência. Elas devem atualizar para que sejam chamadas essas pessoas de forma que não ocorra aglomeração”, explica a subsecretária.

Operação – Este é o 7º lote de vacinas que chega ao estado. A maior operação para campanha de vacinação na história de Minas Gerais começou no dia 18 de janeiro, data de chegada do primeiro lote de vacinas. Com esta sétima remessa, Minas Gerais já recebeu total de 2.117.380 doses, sendo 1.706.880 da CoronaVac e 410.500 da AstraZeneca.

Combate à covid-19 – Desde o início da pandemia, o Governo de Minas adotou diversas ações no enfrentamento ao coronavírus. Uma das primeiras foi a aquisição de 1.047 respiradores, ao preço médio mais baixo do país. Isso permitiu que o Estado dobrasse de cerca de 2 mil para quase 4 mil o número de leitos de UTI, muitos deles em municípios que nunca tinham contado com unidades de terapia intensiva.

De forma antecipada, Minas garantiu a compra de 50 milhões de seringas agulhadas, além de 617 refrigeradores. Mais de 21 milhões de seringas agulhadas já chegaram ao estado.

Remessas recebidas

1ª remessa: 577.480 doses da CoronaVac em 18/1
2ª remessa: 190.500 doses de AstraZeneca em 24/1
3ª remessa: 87.600 doses da CoronaVac em 25/1/2021
4ª remessa: 315.600 doses da CoronaVac em 7/2 /2021
5ª remessa: 357.400 doses da AstraZeneca e CoronaVac em 23/2/2021
6ª remessa: 285.200 doses da CoronaVac em 3/3/2021
7ª remessa: 303.600 mil doses da CoronaVac em 9/3/2021

Total: 2.117.380 doses (1.706.880 CoronaVac e 410.50 AstraZeneca)

Informações: Agência Minas