Polícia Civil desarticula organização criminosa que agredia e roubava idosos no Sul de Minas

Grupo é suspeito de cometer latrocínio e roubar idosos que moravam na zona rural das cidades 

A Polícia Civil desarticulou uma operação denominada de ‘Tá na Mira’ nesta sexta-feira (31) e cumpriu 15 mandados de busca e apreensão e 14 de prisão em cidades do Sul de Minas Gerais. O chefe da organização criminosa foi preso, de acordo com os policiais. Eles realizavam furtos e roubos contra idosos na região.

A operação foi deflagrada em Pouso Alegre, Espírito Santo Dourado e em Santa Rita do Sapucaí, todas no Sul de Minas. A polícia ainda esteve em Pedreira, São Paulo.

O Delegado Regional de Pouso Alegre, Renato Gavião, informou que o grupo agia de maneira violenta e que quase sempre estavam armados. Os alvos principais eram idosos. “Eles agrediam essas vítimas por apresentarem vulnerabilidade. Primeiro por conta da idade, e segundo em razão de residir em zona rural e em cidades que não têm bancos, por isso eles guardavam dinheiro em suas residências”, explicou.

O delegado ainda relatou que por conta das agressões, um dos idosos que foi vítima dos criminosos não conseguiu subir as escadas de uma delegacia. Ainda segundo o policial, os bandidos chegavam a quebrar os dentes das vítimas.

Este grupo criminoso seria o responsável por cometer um latrocínio em Pouso Alegre, no dia 7 de janeiro.

Para realizar a ação, participaram 55 policiais civis e eles ainda contaram com o apoio Delegacia Regional de Itajubá, além do apoio aéreo da CAT. Ao todo, 14 pessoas foram presas.

Fonte: Portal Amirt